theme
30857 notes
reblog this
source

scntrx:

I’m here if you need someone 😬

Source:suicidal-smiles
9 notes
reblog this
source
14 notes
reblog this
source
“Jason percebeu que naquele momento ele não estava com medo dele achar que ela não era a certa, ele tava aterrorizado por que sabia que ela era.”
Namoro ou liberdade  (via unlikelyfactor)
11 notes
reblog this
source
“Tô. Eu to bem. Eu não consigo parar de pensar no que ela ta fazendo agora que eu não estou lá. Eu sei exatamente como é o sofá da casa dela, só que eu não consigo parar de imaginar várias outras pessoas sentadas nele, algum garoto, um garoto diferente, um garoto novo, qualquer garoto menos eu, sentado naquele sofá.”
Namoro ou liberdade (via octovember)
51 notes
reblog this
source
446 notes
reblog this
source
“O meu primeiro amor, foi o mais puro que tive, aquele sem brigas e nem beijos, namoro aquele de andar de mão dada nos corredores da escola, de ver as garotas falando sobre nós, meu primeiro amor, foi inocente. Foi abraço apertado, foi beijo na buchecha, foi carregar a mochila dela. Meu primeiro amor, foi só amor.”
Gustavo Oliveira (via oxidos)
Source:velhice
13666 notes
reblog this
source
Source:PASSIVELOVE
37816 notes
reblog this
source
Source:volucrum
2897 notes
reblog this
source
Source:deckly
13805 notes
reblog this
source
Às vezes me bate uma vontade de te esquecer. Aí invento de sair com os amigos e esbarro com uma pessoa que tem o mesmo cheiro que o seu. Invento de ler um livro qualquer, mas os personagens principais se parecem com nós dois. Principalmente nas brigas. Ligo uma música no aleatório e adivinha? A nossa música começa a tocar. Passo de música e a próxima diz “You told me you loved me, so why did you go away?” Me irrito e ligo a TV em um canal de filme, aí tá lá passando aqueles típicos romances de Nicholas Sparks. Coloco em um canal de seriado, e dois dos personagens estão se beijando. Desligo a TV e ligo a rádio, mas as propagandas ridículas me lembra o quanto você é ridículo. Aí desisto e resolvo não fazer mais nada. Mas não fazer nada só me lembra a falta que você me faz.”
Thiara Macedo (sdpm)
Source:sociedadedospoetasmortos.com